Sábado
06 de Junho de 2020 - 
BANCO É RESPONSÁVEL POR FRAUDE EM CARTÃO DE CLIENTE COM CHIP
NOSSA VISÃO: 1) COMPETÊNCIA; 2) COMPROMISSO; 3) ÉTICA; 4) TRANSPARÊNCIA; 5) EFETIVIDADE
BANDEIRANTE ENERGIA É CONDENADA SOLIDARIAMENTE COM CLUBE DE CAMPO -Acesse jurisprudência/Artigo
BANCO SAFRA: Banco é condenado por fraude em empréstimo consignado de aposentado
PREFEITURA DE NATAL É CONDENADA POR COBRAR INDEVIDAMENTE IMPOSTO SOBRE SERVIÇO DE QUALQUER NATUREZA
CONSTRUTORA PLANO E PLANO é condenada por danos morais e materiais

MPF pede que governo federal seja obrigado a não divulgar informações falsas sobre isolamento social

O Ministério Público Federal (MPF) no Pará pediu à Justiça Federal que o governo federal siga o regramento legal de combate ao novo coronavírus e seja obrigado a não emitir discursos e informações falsas contra o isolamento social. O G1 tenta contato com a assessoria da Secretaria de Comunicação Social do governo. O governo também foi alvo de determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), a prestar informações, em até 48 horas, sobre as medidas adotadas para combater o avanço da pandemia, a pedido da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). À OAB, a Advocacia Geral da União (AGU) afirmou que o governo segue recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS). O pedido do MPF, assinado por 20 procuradores da República, cita que a "União, por meio do seu representante máximo, o presidência da República, não pode expor a risco o direito à saúde das pessoas, expor toda a sociedade a risco, recomendando a retomada das atividades cotidianas, a reabertura dos comércio etc, diante da pandemia da Covid-19, contrariando todas as evidências científicas que apontam em sentido contrário". Segundo o MPF, as contradições do governo "criam clima de insegurança sanitária", por isso pede à Justiça que "a publicação de orientações e indicações sobre (...) isolamento social nos sítios eletrônicos do Planalto e ministérios" e nos canais oficiais de comunicação do governo, incluindo o perfil do presidente Jair Bolsonaro. Segundo o MPF no Pará, a postura do governo federal causa "efeitos perversos" no estado, pois prefeitos de municípios paraenses acabaram reabrindo serviços e estabelecimentos não essenciais, por "pressão do presidente". Além disso, carreatas tiveram de ser reprimidas pela Polícia estado. O pedido do MPF cita ainda o alto risco de mortes entre indígenas. A primeira morte registrada no Pará foi de uma mulher indígena da etnia Borari. De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil registrou até a noite esta terça 564 mortes e 12.161 casos de coronavírus. CORONAVÍRUS VÍDEOS: Coronavírus: perguntas e respostas GUIA ILUSTRADO: sintomas, transmissão e letalidade Veja o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus Quanto tempo o novo coronavírus vive em uma superfície ou no ar? Máscaras servem para proteção contra o novo coronavírus? Como se prevenir do coronavírus? Coronavírus, Covid-19, Sars-Cov-2 e mais: confira os termos da pandemia
06/04/2020 (00:00)

Controle de Processos

Acesse em tempo real o seu processo.

Newsletter

Notícias

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
26ºC
Min
21ºC
Pancadas de Chuva a

Domingo - Rio de Janeiro, RJ

Máx
27ºC
Min
22ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Brasília, DF

Máx
27ºC
Min
15ºC
Parcialmente Nublado

Domingo - Brasília, DF

Máx
26ºC
Min
15ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Salvador, BA

Máx
27ºC
Min
23ºC
Chuva

Domingo - Salvador, BA

Máx
28ºC
Min
24ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - São Paulo, SP

Máx
24ºC
Min
16ºC
Pancadas de Chuva

Domingo - São Paulo, SP

Máx
25ºC
Min
16ºC
Pancadas de Chuva

Hoje - Guarulhos, SP

Máx
27ºC
Min
15ºC
Pancadas de Chuva a

Domingo - Guarulhos, SP

Máx
24ºC
Min
16ºC
Pancadas de Chuva

Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . . .
Dow Jone ... % . . . . .
França 0,43% . . . . .

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,98 4,98
EURO 5,62 5,62
GUARANI 0,00 0,00
IENE 0,05 0,05
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitantes:  270115
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.